Errorex, Liquid Paper, Branquinho, Corretivo… Não importa como você o chama, ele fez ou faz parte da sua vida escolar ou acadêmica e já te ajudou muitas vezes. O item é inspirado em técnica de pintores.

Em 1951, a secretária norte-americana Bette Nesmith Graham datilografava arquivos e não gostava de corrigir erros com o tal lápis borracha que existia, pois borrava a folha. Observando pintores reformando o escritório, ela teve a ideia de produzir uma tinta branca à base de água para essas correções.

Usando a garagem e a cozinha de casa como laboratório, conseguiu: criou o que chamaria, em 1956, de “Mistake Out” e tentou vender à IBM, que recusou. Quando a demanda cresceu, Bette rebatizou o produto de… isso mesmo, Liquid Paper. Patenteou, registrou e, em 1975, empregava 200 pessoas e fabricava 25 milhões de unidades, distribuídas em 31 países. Em 1979, ela finalmente vendeu a empresa para a Gillette Corporation por US$ 47,5 milhões. E foi assim que essa pequena solução para erros de escrita surgiu.

Errorex, Liquid Paper, Branquinho, Corretivo… Não importa como você o chama, ele fez ou faz parte da sua vida escolar ou acadêmica e já te ajudou muitas vezes. O item é inspirado em técnica de pintores.

Em 1951, a secretária norte-americana Bette Nesmith Graham datilografava arquivos e não gostava de corrigir erros com o tal lápis borracha que existia, pois borrava a folha. Observando pintores reformando o escritório, ela teve a ideia de produzir uma tinta branca à base de água para essas correções.

Usando a garagem e a cozinha de casa como laboratório, conseguiu: criou o que chamaria, em 1956, de “Mistake Out” e tentou vender à IBM, que recusou. Quando a demanda cresceu, Bette rebatizou o produto de… isso mesmo, Liquid Paper. Patenteou, registrou e, em 1975, empregava 200 pessoas e fabricava 25 milhões de unidades, distribuídas em 31 países. Em 1979, ela finalmente vendeu a empresa para a Gillette Corporation por US$ 47,5 milhões. E foi assim que essa pequena solução para erros de escrita surgiu.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *